Avaliação da Pós-Graduação

Coordenação de Aperfeiçoamento do do Pessoal de Nível Superior - CAPES, a cada quatro anos, através Diretoria de Avaliação/CAPES, realiza um processo avaliativo da Pós-Grauação.

A característica central da avaliação da Pós-Graduação é ser realizada por pares (comissão de especialistas da Área, no caso Ensino), com base em informações anuais públicas e transparentes, registradas em separado por cada PPG na plataforma comum ao Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), a Plataforma Sucupira. Os relatórios são analisados pela Comissão de Área (CA), num esforço concentrado de análise comparativa da evolução e do estado da arte em cada Área, posteriormente revisado pelo Conselho Técnico Científico do Ensino Superior (CTC-ES), que integra todas as Áreas.

Este processo tem dois objetivos principais:

  1. Certificação da qualidade da pós-graduação Brasileira (referência para a distribuição de bolsas e recursos para o fomento à pesquisa);

  2. Identificação de assimetrias regionais e de áreas estratégicas do conhecimento no Sistema Nacional de Pós-Graduação para orientar ações de indução na criação e expansão de programas de pós-graduação no território nacional.

Os Programas de Pós-Graduação em atividade se distribuem em notas 3 (regular), 4 (bom) e 5 (muito bom), e destes últimos se destacam programas excelentes, com notas 6 e 7, que constituem referências para as Áreas. Programas com notas inferiores a 3 são indicados ao fechamento.

Abaixo apresentamos o histórico de avaliação dos Programas de Pós-Graduação do IFCH: