Sobre o Programa

O Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Sociedade (PPGA&S) da Unicamp foi criado em 2004 e é um dos mais e importantes do País. O PPGA&S é composto por docentes altamente qualificados com desenvolvimento de pesquisas em várias áreas. Os principais objetivos do PPGA&S são a produção de pesquisa científica de ponta em Ambiente e Sociedade e a formação de profissionais especializados para o meio acadêmico (atividade de pesquisa e docência em universidades), para centros e institutos de pesquisa e também para a prestação de serviços de planejamento, consultoria e assessoria em órgãos públicos, associações da sociedade civil e empresas. O sucesso nessas duas frentes de atuação pode ser medido pela projeção nacional e internacional dos pesquisadores do PPGA&S e pelas posições de destaque em universidades e instituições públicas e privadas ocupadas por nossos ex-alunos.
 
Objetivos e Perfil do Egresso 
 
O perfil do egresso busca contemplar a tríade “formação, capacitação e habilitação” 
 
Objetivos 
 
O objetivo do curso de Doutorado em Ambiente e Sociedade é promover a formação, capacitação e habilitação de doutoras e doutores visando à compreensão e resolução das complexas relações entre processos sociais e ambientais, com especial atenção às transformações das sociedades em direção à sustentabilidade. A partir de um contexto de excelência científica e amparado em conhecimento interdisciplinar, independente, crítico e reflexivo, o programa se organiza de modo a: 
a) Promover uma formação ampla e interdisciplinar, configurada no campo de conhecimento em ambiente e sociedade e alimentada pelas diferentes perspectivas científicas e saberes que lhe oferecem suporte, como fundamento ao trabalho científico inovador e propositivo direcionado tanto à produção de conhecimento como ao enfrentamento dos problemas socioambientais contemporâneos; 
b) Formar doutores capazes de atuar em instituições acadêmicas, institutos de pesquisa ou organismos governamentais, não-governamentais, no setor privado, e em parcerias público-privadas que se dediquem à análise e resolução de problemas sociais e ambientais a partir de uma sólida formação teórica, metodológica e epistemológica; 
c) Possibilitar a reflexão, crítica e enfrentamento de questões ambientais e sociais, a partir do uso e da aplicação de um repertório interdisciplinar e dinâmico de referências conceituais e metodológicas que possibilitem e estimulem o debate entre diferentes perspectivas em ambiente e sociedade. 
 
Perfil do egresso 
 
Os egressos do Doutorado em Ambiente e Sociedade: 
 
a) Terão uma formação interdisciplinar tendo como ponto de partida as ciências humanas e sociais, naturais e ecológicas, assim como nos diferentes modos de confluência entre esses dois campos, dominando métodos qualitativos e quantitativos, voltados para a produção de conhecimento e formulação de políticas públicas relacionadas ao meio ambiente; 
b) Serão capacitados para construir arranjos epistemológicos e teórico-metodológicos construídos a partir dos problemas de pesquisa considerados científica, social e ambientalmente relevantes.  Terão, também, capacitação para construir nexos articuladores entre a produção de conhecimento propriamente dito e os seus desdobramentos propositivos, normativos, educativos e políticos para o enfrentamento dos problemas socioambientais; 
c) Estarão habilitados para a atuação nos diversos âmbitos da esfera acadêmica e científica, assim como para a atuação em organismos governamentais, não governamentais, no setor privado, e em parcerias público-privadas como profissionais capazes de produzir formas de análise, planejamento e resolução de problemas socioambientais.
 
 Área de Concentração e Linhas de Pesquisa 
 
Área de concentração: 
 
Mudanças ambientais e sustentabilidade 
 
Descrição: as linhas de pesquisa do PPG-Ambiente e Sociedade se concentrariam sob uma única área de concentração voltada à linhas de pesquisas em diferentes mudanças ambientais globais como a perda de biodiversidade e serviços ecossistêmicos, uso da terra e mudanças climáticas, assim como pesquisas em aspectos de sustentabilidade como produção agrícola sustentável e segurança alimentar, promoção da saúde e bem-estar, igualdade de gênero, energia, cidades sustentáveis, produção e consumo responsáveis, além do fortalecimento de instituições para o aperfeiçoamento e consecução dos objetivos do desenvolvimento sustentável. Aos docentes é facultada a participação em no máximo duas linhas de pesquisa, de modo a ensejar uma forte interação entre as pesquisas de diferentes linhas. 
 
Linhas de pesquisa: 
 
1. Biodiversidade, serviços ecossistêmicos e bem-estar humano 
 
Temas de pesquisa:
 • Levantamento, monitoramento e manejo de fauna e flora 
• Efetividade e manejo de áreas protegidas 
• Uso e cobertura da terra: ecologia da paisagem 
• Modelagem ambiental 
• Agropecuária, segurança alimentar e sustentabilidade
• Provisão, uso e valoração de serviços ecossistêmicos e contribuições da natureza às pessoas 
• Saúde humana e meio ambiente
• Sinergias entre biodiversidade e mudanças ambientais globais
 
2. Mudanças climáticas e conflitos ambientais 
 
Temas de pesquisa: 
• Riscos e vulnerabilidade às mudanças climáticas e eventos extremos 
• Mitigação e adaptação às mudanças climáticas 
• Impactos da produção mineral e energética 
• Uso e cobertura da terra: relações com mudanças do clima 
• Justiça social e ambiental 
• Igualdade e meio ambiente 
• Política climática e ambiental 
• Dinâmica demográfica 
 
3. Ciência transformativa para sustentabilidade 
 
Temas de pesquisa: 
• Soluções baseadas na natureza 
• Infraestrutura e planejamento urbano e rural 
• Poluição e saneamento 
• Turismo sustentável 
• Energias limpas 
• Consumo e produção responsáveis 
• Bioeconomia 
• Cultura, patrimônio e meio ambiente 
• Uso e acesso aos recursos naturais 
• Governança transformativa.
 
Catálogo de Disciplinas 
 
Obrigatórias (8 créditos): 
 
Fundamentos em Ambiente & Sociedade (60h, 4 créd.) 
 
Ministrada ao longo do 1º semestre, concomitantemente por dois docentes: um das ciências social e outro das ciências naturais, com um projeto pedagógico bem alinhado à disciplina Seminário de Teses. 
 
Seminário de Teses (60h, 4 créd.)
 
Ministrada de maneira concomitante também no 1o semestre, permitindo desse modo que os projetos dos alunos estejam prontos ao final do 1o semestre de curso, cedendo mais tempo a sua execução dos projetos aos alunos, encurtando o tempo médio de integralização do curso e incentivando a captação de bolsas de outras agências de fomento. Haverá uma repactuação entre docentes-alunos-orientadores de modo que uma primeira versão completa dos projetos de pesquisa de cada aluno seja apresentada como requisito para ingressar na disciplina. 
 
Eletivas (total de 8 créditos no mínimo): 
 
Os alunos devem cursar, no mínimo 8 créditos em duas disciplinas eletivas em área de pesquisa relacionada ao respectivo projeto de doutorado. Para tanto deve-se observar o fluxograma que relaciona as disciplinas do curso de acordo com as linhas de pesquisa do PPG. 
 

Para mais informações sobre as pesquisas desenvolvidas em cada linha, ver Linhas de Pesquisa.

 

REGULAMENTO – AMBIENTE E SOCIEDADE

regimento_as_-_vigente_2019.pdf

 

PLANEJAMENTO DE DISCIPLINAS BIÊNIO 2022/2023

planejamento_disciplinas_as_2022_2023.pdf