Seminário 'A exposição da arte: um debate historiográfico' com Isobel Whitelegg (Universidade de Leicester)

Data da publicação: ter, 02/04/2019 - 11h53min

A História das Exposições é uma vertente historiográfica iniciada nos Estados Unidos, nos anos 1990, com a obra de historiadores como Bruce Altshuler e Mary Anne Staniszewski, e impulsionada por coleções promovidas por editoras britânicas como a Phaidon, Exhibitions that made Art History, e Afterall, Exhibition Histories. A formação de um campo de estudos dedicado à história das exposições respondeu às demandas da história da arte que revisava muitos de seus preceitos epistemológicos e a definição de seus objetos de estudos.

À época, repensar as relações entre a historiografia da arte e a recepção pública das vanguardas, como fez Bruce Altshuler, era uma forma não somente de tratar de novos temas, como a exibição e a institucionalização da arte, mas também uma maneira de revisar os cânones da arte moderna. O papel das exposições para a constituição da história da arte também é abordado no Brasil, por exemplo no livro História da Arte em Exposições: modos de ver e exibir no Brasil, resultado de um colóquio realizado em 2014 na Universidade Estadual de Campinas.

O Seminário de pesquisa A exposição da arte: um debate historiográfico tem como objetivo levantar discussões teórico-metodológicas adotados no campo da História das Exposições, a partir de pesquisas que são feitas sobre exposições realizadas no Brasil, e questões conceituais da discussão sobre os impactos da globalização cultural na historiografia latino-americana, sobretudo ao redor da Bienal de São Paulo.

O evento contará com a participação da diretora de pesquisas da School of Museum Studies da Universidade de Leicester, Isobel Whitelegg, autora entre outros de estudos sobre a primeira Bienal Latino-americana de São Paulo (1978), e Maria de Fátima Morethy Couto, professora do Instituto de Artes da Unicamp e co-editora do livro História da Arte em Exposições. Organizado pelo professor Gabriel Zacarias, do Programa de Pós-graduação em História do IFCH-Unicamp, o evento marcará o início das atividades do grupo de pesquisa Política e crítica da arte contemporânea, liderado por Vinicius Spricigo (Universidade Federal de São Paulo - Unifesp), e contará com as participações de Jens Baumgarten (Unifesp) e Tiago Machado (Instituto Federal de São Paulo - IFSP).

 

 


Programação:

Data e horário da programação Título Local
ter, 02/04/2019 - 15:00 Seminário 'A exposição da arte: um debate historiográfico' com Isobel Whitelegg (Universidade de Leicester) Sala de Projeção