Fórum Permanente: 10 anos das diretrizes para a educação escolar quilombola

Data da publicação: qui, 18/08/2022 - 09h43min

O Fórum Permanente 10 anos das diretrizes para a educação escolar quilombola será realizado no dia 31 de agosto à partir das 9 horas, com transmissão pelo canal dos Fóruns Permanentes no YouTube. O evento é organizado por pesquisadores do Laboratório de Pesquisa e Extensão em Povos Tradicionais (LaPPA), Ameríndos e Afro-americanos e Centro de Estudos Rurais (Ceres) - IFCH, e do Departamento de Ciências Sociais na Educação (Decise), Grupo de Estudos e Pesquisa em Diferenciação Sociocultural (Gepedisc) e Centro de Antropologia de Processos Educativos (Ceape).

As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Escolar Quilombola, que completam dez anos em 2022, são um marco na luta quilombola por reconhecimento, acesso a direitos básicos e fortalecimento organizacional e identitário. Sua elaboração articulou importantes debates do campo educacional: educação das relações étnico-raciais; ensino da história da África e da diáspora africana no Brasil: educação do campo, educação etnicamente diferenciada currículos e formação de professores. Este fórum busca reconstituir a memória do processo de elaboração, aprovação e implementação das Diretrizes, com base nos depoimentos de personagens centrais desse processo, no plano nacional, assim como nos planos estaduais e municipais.

As inscrições devem ser realizadas no site do Fórum Permanente.

 

Programação

9h - ABERTURA

9h30 - Conferência: 10 anos das Diretrizes para a Educação Escolar Quilombola: avanços e desafios

Conferencista: Givânia Maria da Silva

(Coordenação Nacional de Quilombolas - Conaq, Associação Nacional de Pesquisadoras e Pesquisadores Negras e Negros - ABPN, OnG Terra de Direitos, Rede de Ativistas da Educação do Fundo Malala).

Debatedor: José Maurício Arruti - IFCH/UNICAMP.

Debatedora: Gessiane Nazário

Doutora em educação/UFRJ, Professora da Rede Municipal em Armação dos Búzios, Integrante da Coordenação do Coletivo de Educação da CONAQ, do qual é membra fundadora).

12h- Almoço

13h30 - Mesa 1: Processos de Discussão e Implementação das Diretrizes para a Educação Escolar Quilombola (SP, PR e MT)

São Paulo - Elson Alves da Silva

Mestrado em Educação/PUCSP, Diretor de Escola na Rede Municipal de Ensino de Jacupiranga-SP.

Paraná - Vanessa Gonçalves da Rocha

Mestra em Educação/UFPR, professora de Língua Portuguesa no Colégio Estadual Quilombola Diogo Ramos.

Mato Grosso - Gonçalina Eva Almeida de Santana

Mestra em Educação/UFMT, professora da Escola Estadual Tereza Conceição de Arruda na Comunidade Quilombola de Mata Cavalo em Nossa Senhora do Livramento- MT.

Debatedor: Cassius Marcelus Cruz

Pesquisador do Afro Cebrap e do LaPPA Unicamp.

 

15h30 - MESA 2: Processos de Discussão e Implementação das Diretrizes para a Educação Escolar Quilombola (PE e BA).

Pernambuco - Romero Antonio de Almeida Silva

Mestre em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE, Membro do Coletivo Nacional de Educação da Conaq e do Grupo de Estudos Étnico-racial e Ambiental-GERA/UPE.

Bahia - Shirley Pimentel de Souza

Mestra em Educação/UFBA, Pedagoga no IFBA, campus Barreiras.

Pará - Amilton Gonçalves Sá Barretto

Educador na Coordenadoria de Educação para a Promoção da Igualdade Racial da Secretaria de Estado de Educação do Pará - Copir/Seduc. Professor da Universidade Paulista - Unip.

Debatedor: Tiago Rodrigues Santos

Professor do Centro de Formação de Professores, do Curso de Licenciatura em Educação do Campo e do Programa de Pós-Graduação em Educação do Campo UFRB).

17h20 - Encerramento.