HH 482 A – História da América II

Prof. Dr. José Alves de Freitas Neto

 

 

Analisar a construção da idéia de América nos século XIX e XX, a questão da identidade por meio do debate político e cultural em torno das independências políticas e dos conflitos durante a formação dos Estados nacionais e momentos específicos do século XX.

 

 

OBJETIVOS:

- Proporcionar subsídios teórico-metodológicos para a compreensão do processo de formação dos estados nacionais na América hispânica ressaltando as especificidades nacionais e os marcos históricos mais amplos em que se inserem, à luz das atuais tendências da historiografia latino-americana.

- Abordar temáticas relativas ao século XIX desde uma perspectiva da história política e da história cultural visando problematizar o processo de construção de uma identidade nacional e latino-americana.

- Analisar a produção historiográfica sobre a América de origem colonial espanhola no período que se estende do XIX ao início do XX enfocando as questões da identidade, dos conflitos territoriais e internos;

- Problematizar questões do universo hispano-americano a partir de discussões em torno da historiografia e a representação literária.

 

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA:

 

UNIDADE I: IDENTIDADE NA AMÉRICA HISPÂNICA DO XIX e XX.

Estado, Conflitos étnicos e processos sociais na América hispânica do século XIX.

Em torno da questão da identidade: discussões historiográficas.

A questão das identidades: a visão criolla, o indigenismo e a visão hispânica e seu contraponto com os EUA.

A invenção da América Latina.

UNIDADE II: A REPRESENTAÇÃO POLÍTICA: CONFLITOS E PRÁTICAS

A constituição dos Estados nacionais.

A figura de Bolívar e a representação na historiografia e na literatura.

Conflitos e revoluções: a guerra da Tríplice Aliança e a Revolução Mexicana.

Populismo e ditaduras no século XX.

Discursos de libertação e as questões políticas do séc. XX: espaços de utopia.

 

 

UNIDADE III – A representação artística do século XX

Aspectos da literatura latino-americana.

O “novo” cinema argentino: temas e perspectivas

 

 

BIBLIOGRAFIA:

ABRAMSON, Pierre-Luc. Las utopias sociales en América Latina en el siglo XIX. México: FCE, 1999.

ALEGRÍA, Ciro. Grande e Estranho é o Mundo. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1981. 

ALMEIDA, Jaime (org.). Caminhos da História da América no Brasil: tendências e contornos de um campo historiográfico. – Brasília: ANPHLAC, 1998.

ANDRÉS – GALLEGO, J. Quince Revoluciones y algunas cosas más. Madrid: Ed. Mapfre, 1992.

BETHELL, L. (org.) História da América Latina: da Independência até 1870. vol. 3. –São Paulo / Brasília; Edusp / Imprensa Oficial do Estado de São Paulo / Funag, 2001.

_______. História da América Latina: de 1870 a 1930. vols. 4 e 5. –São Paulo / Brasília; Edusp / Imprensa Oficial do Estado de São Paulo / Funag, 2001.

BOBBIO, N. Dicionário de Política. 5a ed. – São Paulo/Brasília: Ed. UnB/Imprensa Oficial do Estado, 2000.

BOLÌVAR, Simón. Escritos Políticos. Campinas: Ed. Unicamp, 1992.

BONFIM, Manoel. A América Latina: males de origem. 4a ed. –Rio de Janeiro: Topbooks, 1993.

BRUIT, Héctor Hernán. A invenção da América Latina. In: V Encontro da ANPHLAC. Versão digital: http://anphlac.cjb.net.

CAMÍN, Héctor Aguillar & MEYER, Lorenzo. À Sombra da Revolução Mexicana – História Mexicana Contemporânea, 1910-1989. São Paulo: Edusp, 2000.

CANCLINI, Néstor García. Culturas híbridas. S. Paulo: Edusp, 1997.

CASANOVA, P. G. & ROSENMANN, M. R. Democracia y Estado multiétnico en América Latina. Cidade do México: UNAM, 1996.

DORATIOTO, Francisco. Maldita Guerra: nova história da Guerra do Paraguai. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

FAVRE, Henri. El Indigenismo. – México: FCE, 1998.

GUERRA, F.X. Modernidad e Independencias: ensayos sobre las revoluciones hispánicas. Madrid: Ed. Mapfre, 1992.

HARWICH, Nikita. Um heróe para todas las causas: Bolívar em la historiografia. In: Revista Iberoamericana, n. 10 (2001). www.iberoamericana.de

IANNI, Octavio. A formação do estado populista na América Latina. S. Paulo: Ática, 1989.

_______. O labirinto latino-americano. Petrópolis: Vozes, 1993.

MÁRQUEZ, Gabriel García. Cem Anos de Solidão. 45a ed. - S. Paulo: Record, 1998.

________. O general em seu labirinto. 5. ed.. S. Paulo: Record, 1997.

MARTÍ, José. Nossa América. São Paulo: Hucitec.

MITRE, Antonio. O dilema do centauro: ensaios de teoria da história e pensamento latino-americano. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2003.

OLIVEIRA, Lucia Lippi. Americanos . Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2001.

POLAR, Antonio Cornejo. O Condor Voa – Literatura e Cultura Latino-Americanas. Belo Horizonte: UFMG, 2000.

PIZARRO, Ana. América Latina: Palavra, Literatura e Cultura. Campinas: Ed. Unicamp, 1994 (3 v.)

PRADO, Maria Lígia C. América Latina no século XIX: tramas, telas e textos. – São Paulo / Bauru: Edusp/Edusc, 1999.

RAMA, Angel. A cidade das letras. S. Paulo: Brasiliense.

RODÓ, José Enrique. Ariel. Campinas: Ed. Unicamp, 1991.

ROUQUIÉ, Alain. O Estado militar na América Latina. S. Paulo: Alfa-Ômega, 1984.

SAINT-PIERRE, Héctor. A política armada: fundamentos da guerra revolucionária. S. Paulo: Ed. Unesp, 2000.

SAN MARTÍN, José. Escritos Políticos. Petrópolis: Vozes, 1990.

SÁNCHEZ, Luis Alberto. Processo  y contenido de la novela hispano-americana. Madri: Editorial Gredos, 1953.

SARMIENTO, Domingos  F. Facundo – Civilização ou Barbárie. – Petrópolis: Vozes, 1997.

THEODORO, Janice. América Barroca. S. Paulo / Rio de Janeiro: Edusp / Nova Fronteira, 1992.

ZEA, Leopoldo (org. ) Fuentes de la cultura latinoamericana. México: FCE, 1993 (3 v.).

________. América Latina en sus ideas. México: Siglo XXI editores, 1986.

 

Outros textos serão fornecidos no início de cada unidade.

 

 

AVALIAÇÃO:

-         Trabalho escrito individual

-         Participação nas aulas e atividades propostas

-         Seminários

-         Prova