Corrigindo atraso de notificações de hospitalizações e óbitos por COVID-19 no Brasil

Data da publicação: qua, 19/05/2021 - 11h29min

O Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp e a Associação Brasileira de Estudos Populacionais promovem a mesa Corrigindo atraso de notificações de hospitalizações e óbitos por COVID-19 no Brasil, dia 19 de maio, às 16 horas nos canais do IFCH Unicamp no Youtube, Facebook e Twitter.

A mesa contará com a palestra de Leonardo Soares Bastos (Programa de Computação Científica da Fiocruz), e depois será debatida por Geovane Máximo (Grupo de Trabalho População e Saúde da Abep e professor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri).

No contexto da COVID-19 no Brasil, os atrasos de notificações e laboratoriais são um problema conhecido na vigilância epidemiológica para monitorar a morbi-mortalidade da doença. O pesquisador apresenta uma proposta de correção de atraso de notificação de hospitalização e óbitos por COVID-19 no Brasil usando um modelo hierárquico bayesiano para prever as hospitalizações e óbitos que ocorreram mas ainda não foram notificados. Serão apresentadas análises para o país e para algumas unidades da federação com os dados mais atuais da epidemia.

 


Programação:

Data e horário da programação Título Local
qua, 19/05/2021 - 16:00 Corrigindo atraso de notificações de hospitalizações e óbitos por COVID-19 no Brasil Canais do IFCH Unicamp no Facebook, Twitter e Youtube