Formatação e estilo

Formato do arquivo: .doc ou .docx

Fonte: Linux Libertine ou Times New Roman

Tamanho da fonte: 12 (nas notas de rodapé e citações longas destacadas no texto: 10)

Espaçamento: 1,5 no corpo do texto (nas notas de rodapé e citações longas destacadas no texto: 1)

Notas de rodapé: no corpo do texto, a nota deve ser inserida APÓS a pontuação, se houver.

:: Exemplos

De acordo com Lukács,1 a reificação é um fenômeno moderno.

A reificação é um fenômeno moderno, diz Lukács.1

Lukács é enfático:1 a reificação é um fenômeno moderno.

Aspas duplas:

- Título de artigo, capítulo de livro ou entrada de jornal

- Citações

- As aspas são fechadas ANTES da pontuação, se houver.

:: Exemplo

De acordo com Lukács, "A reificação é um fenômeno moderno".

Aspas simples:

- Citação dentro de outra citação

- As aspas são fechadas ANTES da pontuação, se houver. 

Itálico:

- Título de livros e revistas

- Palavras e expressões em língua estrangeira (inclusive expressões em latim, p. ex.: a prioride facto, etc.)

- Ênfase

Palavras e expressões em língua estrangeira:

- Sempre em itálico

- [Entre colchetes] quando se tratar de palavra na língua original DENTRO de uma citação traduzida.

:: Exemplo

"Contudo, o momento de imediatez haverá que ser superado [aufgehoben] durante o prosseguimento do conhecimento" (Adorno).

- (Entre parênteses) quando tratar de palavra na língua original FORA de uma citação.

:: Exemplo

A noção de superação (Aufhebung) é central no pensamento hegeliano.

Capitalização de títulos de livros e artigos: 

- Em português: Apenas a primeira palavra capitalizada (além de nomes próprios).

:: Exemplos

Razão e revolução (e não Razão e Revolução)

"Teoria tradicional e teoria crítica" (e não "Teoria Tardicional e Teoria Crítica") 

- Em inglês: capitalizar a primeira e a última palavras, bem como substantivos, pronomes, adjetivos, verbos, advérbios e conjunções subordinadas; não capitalizar artigos, conjunções coordenadas e preposições (estilo Chicago).

:: Exemplos

Reason and Revolution

"Traditional Theory and Critical Theory"