The ambivalence of indifference in modern society

Marx and Simmel

  • Georg Lohmann Otto von Guericke Universität Magdeburg

Resumo

Os esforços de Marx e Simmel para formular um diagnóstico da sociedade moderna focaram na experiência de estranhamento do homem em relação ao mundo, a si mesmo e aos outros. Embora cada um desses autores tenha desenvolvido conceitos teóricos diferentes para descrever e avaliar essa situação, para ambos os fenômenos de indiferença são as propriedades mais fundamentais da modernidade. O que torna Marx e Simmel particularmente interessantes para nós hoje, apesar das evidentes diferenças entre suas abordagens, são as ambivalências com que eles criticaram esses fenômenos. A primeira parte deste trabalho examinará as categorias de alienação, reificação, objetivação e indiferença, bem como oferecerá um breve esboço de como Marx lida com esse problema. Em seguida, será abordado como Simmel desenvolve uma descrição da indiferença na sociedade moderna e como ele busca resolver o problema de sua ambivalência.

Publicado
2019-09-28
Como Citar
Lohmann, G. (2019). The ambivalence of indifference in modern society. Dissonância: Revista De Teoria Crítica, 3. Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/teoriacritica/article/view/3824
Seção
Artigos Convidados (Seção Editorial)