Redes sociais, comunidades eclesiais de base e sindicalismo rural a experiência da conquista de terras em conjunto entre agricultores familiares da Zona da Mata Mineira

  • Ana Paula Teixeira de Campos Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Fábio Faria Mendes Universidade Federal de Viçosa

Resumo

Em Araponga, na Zona da Mata de Minas Gerais, agricultores familiares vem realizando uma experiência singular de acesso a terra, por eles chamada de Conquista de Terras em Conjunto. A experiência consolidou-se com o passar dos anos e ampliou o número de famílias com acesso a terra. Este artigo analisa como laços estabelecidos por relações de parentesco e vizinhança se articularam com o Movimento da Boa Nova (Mobon) e as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), servindo de base para reforçar imperativos éticos e de solidariedade e gerar novas formas de organização, como a fundação do Sindicato de Trabalhadores Rurais (STR) e outros novos espaços institucionais.

Biografia do Autor

Ana Paula Teixeira de Campos, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Mestre em Extensão Rural (UFV) e doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade, CPDA/UFRRJ, bolsista Capes.
Fábio Faria Mendes, Universidade Federal de Viçosa
Doutor em Ciência Política (Iuperj) e professor do Departamento de História da UFV.

Referências

ALMEIDA, Ivan Antônio de. A síntese de uma tragédia: movimento, fé e política. Ouro Preto: Editora Ufop, 2000.

BETTO, frei. O que é Comunidade Eclesial de Base?. São Paulo: Brasiliense, 1981.

BLASENHEIM, Peter. A regional history of the Zona da Mata in Minas Gerais, Brazil (1870-1906). 1982. PhD Thesis – Stanford University, Stanford.

CAMPOS, Ana Paula Teixeira de. “Conquista Conjunta de Terras”, organização social e planejamento no meio rural: uma iniciativa dos trabalhadores rurais de Araponga (MG). 2004. Monografia (Pós-Graduação Lato Sensu) em Planejamento Municipal – Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade

Federal de Viçosa, Viçosa.

Campos, Ana Paula Teixeira de. “Conquista de Terras em Conjunto”: redes sociais e confiança – A experiência dos agricultores e agricultoras familiares de Araponga (MG). 2006. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

CAMPOS, Ana Paula Teixeira de; FERRARI, Eugênio Alvarenga. A Conquista de Terras em Conjunto: autonomia, qualidade de vida e agroecologia. Revista Agriculturas, v. 5, p. 8-12, 2008.

CANDIDO, Antonio. Os parceiros do Rio Bonito, 7a ed. São Paulo: Duas Cidades, 1987.

COMERFORD, John Cunha. Como uma família: sociabilidade, territórios de parentesco e sindicalismo rural. Rio de Janeiro: Relume Dumará, Núcleo de Antropologia da Política/UFRJ, 2003.

CONQUISTA DE TERRAS, UM CAMINHO ORIGINAL E EFICIENTE. Revista CTA–ZM 15 anos, Viçosa, Centro de Tecnologias Alternativas da Zona da Mata, jul. 2002.

FAVARETO, Arilson. Agricultores, trabalhadores: os trinta anos do novo sindicalismo rural no Brasil. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 21, n. 62, 2006.

GEERTZ, Clifford. The Rotating Credit Association: a “middle rung” in development. Economic Development and Cultural Change, 10, p. 241-263, 1962.

HOUTZAGER, Peter P. Os últimos cidadãos: conflito e modernização no Brasil rural (1964-1995). São Paulo: Globo, 2004.

IBGE. Dados do município de Araponga, 1996. Disponível em: . Acesso em: 4/8/2005.

MEDEIROS, Leonilde S. História dos movimentos sociais no campo. Rio de Janeiro: Fase, 1989.

OSTROM, Elinor. Governing the commons: the evolution of institutions for collective action. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.

PAIVA, José Maria. Comunidades Eclesiais de Base. In: POMPERMAYER, J. M. (Org.). Movimentos sociais em Minas Gerais. Belo Horizonte: UFMG, 1987, p. 141-168.

SMETS, Peer. Roscas as a source of housing finance for the urban poor: an analysis of self-help practices from Hyderabad, India. Community Development Journal, v. 35, n. 1, p. 16-30, jan. 2000.

SOUZA, Luiz Alberto Gómez. As várias faces da Igreja católica. Revista de Estudos Avançados, São Paulo, USP, v. 18, n. 52, 2004.

Como Citar
Teixeira de Campos, A. P., & Mendes, F. F. (1). Redes sociais, comunidades eclesiais de base e sindicalismo rural a experiência da conquista de terras em conjunto entre agricultores familiares da Zona da Mata Mineira. RURIS - Centro De Estudos Rurais , 5(2). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/ruris/article/view/1471
Seção
Artigos