DESAFIOS À CONSTRUÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS: balanço da gestão Gilberto Gil

Lia Calabre

Resumo


-

Texto completo:

PDF

Referências


BOLÁN, E. N. La política cultural. Temas, problemas y oportunidades. México: CONACULTA/FONCA. 2006.

BOURDIEU, P e DARBEL, A. O amor pela arte: os museus de arte na Europa e seu público. São Paulo: Edusp/Zouk, 2003.

BOTELHO, I. Romance de Formação: FUNARTE e Política Cultural. 1976-1990. Rio de Janeiro: Edições Casa de Rui Barbosa, 2000.

CALABRE, L. Políticas públicas culturais de 1924 a 1945: o rádio em destaque. Revista Estudos Históricos, n. 31, 2003, p. 161-181.

________. O Conselho Federal da Cultura, 1071-1974. IN: Estudos Históricos, n. 37, jan-jun 2006. p. 81-98.

CANCLINI, N. G. Culturas híbridas. São Paulo: Edusp, 1998.

MAGALHÃES, A. E Triunfo? A questão dos bens culturais no Brasil. Rio de Janeiro. Nova Fronteira: Fundação Roberto Marinho, 1997.

MICELI, S. (org.). Estado e cultura no Brasil. São Paulo: Difel, 1984.

TIERRA, P. Notas para um debate sobre políticas públicas de cultura e projeto nacional. IN: Revista Rio de Janeiro, n. 15, jan-abr 2005. p. 141-148

URFALINO, P. L’invention de la politique culturelle. Paris: Hachette Littératures, 2004.

VENTURA, T. Notas sobre política cultural contemporânea. IN: Revista Rio de Janeiro, n. 15, jan-abr 2005. p. 77-89.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 PROA - Revista de Antropologia e Arte



PROA: Revista de antropologia e arte. IFCH-UNICAMP, Campinas. ISSN:2175-6015.  Conteúdos licenciados em CC BY.

Indexadores: Latindex / DOAJ / CAPES / Sumários