A coleção etnográfica de Johann Natterer e a política de representação do Museu Etnológico de Viena: sobre os limites do discurso museológico

Christiano Key Tambascia

Resumo


Jenseits von Brasilien [Além do Brasil], inaugurada por ocasião do 54o . Congresso dos Americanistas, realizado em Viena, em julho de 2012.

Texto completo:

PDF

Referências


Augustat, Claudia (org.). Além do Brasil: Johann Natterer e as coleções etnográficas da expedi-

ção austríaca de 1817 a 1835 ao Brasil. Catálogo da exposição do Museum für Volkerkunde,

Viena. Viena, 2012.

Clifford, James. Sobre a Autoridade Etnográfica. In ______. A Experiência Etnográfica: Antropologia

e Literatura no Século XX. Organização José Reginaldo Santos Gonçalves. Rio

de Janeiro: UFRJ, 1998.

Geertz, Clifford. Works and Lives: The Anthropologist as Author. Stanford: Stanford University

Press, 1988.

Kopytoff, Igor. The Cultural Biography of Things: Commoditization as Process. In: Appadurai,

Arjun (ed.). The Social Life of Things: Commodities in Cultural Perspective. Cambridge:

Cambridge University Press, 1986.

Price, Sally. Paris Primitive: Jacques Chirac’s Museum on the Quai Branly. Chicago: The University

of Chicago Press, 2007.

Rabinow, Paul. Representações são Fatos Sociais: Modernidade e Pós-Modernidade na Antropologia.

In: ______. Antropologia da Razão. Organização João Guilherme Biehl. Rio de

Janeiro: Relume Dumará, 1999.

Strathern, Marilyn. Out of Context: The Persuasive Fictions of Anthropology. Current Anthropology,

vol. 28, n. 4, 1987.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 PROA - Revista de Antropologia e Arte



PROA: Revista de antropologia e arte. IFCH-UNICAMP, Campinas. ISSN:2175-6015.  Conteúdos licenciados em CC BY.

Indexadores: Latindex / DOAJ / CAPES / Sumários