Momentos spinozanos em Deleuze: potência, direito, noções comuns. Spinozian moments in Deleuze: power, law, common notions.

  • Maurício Rocha

Resumo

A leitura de Deleuze é seminal na formação do “spinozismo político” que, desde o fim dos anos 60, se dá em meio à maré montante de um desejo de transformação social, radical e anticapitalista – atravessando os debates internos ao estruturalismo, à psicanálise e no contexto de variadas referências heterodoxas ao marxismo. Em meados dos anos 70, nos textos escritos com Guattari, a perspectiva apresentada em Spinoza e o problema da expressão deu lugar a novas perspectivas, com ênfase nas relações sócio-políticas baseadas em uma lógica da formação de potências. Aqui examinaremos dois desses “momentos spinozanos” presentes no livro de 1968 sobre Spinoza.
Publicado
2019-03-13
Como Citar
Rocha, M. (2019). Momentos spinozanos em Deleuze: potência, direito, noções comuns. Spinozian moments in Deleuze: power, law, common notions. Modernos & Contemporâneos - International Journal of Philosophy [issn 2595-1211], 2(4). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/modernoscontemporaneos/article/view/3484