O caso antipático da dialética: um certo contexto de vetos e reinaugurações da Ciência da Lógica de Hegel

  • Fábio Nolasco

Resumo

Este ensaio visa à contextualização de alguns “pontos nodais” do processo, iniciadoem meados da década de 1960, de reinserção da Ciência da lógica de Hegel no debate filosóficocontemporâneo. Trata-se de selecionar aspectos da atuação de pesquisa e docência de algunsprofessores de filosofia que iniciaram suas carreiras nas primeiras horas desse momento depassagem e que, assim, documentaram essa mudança dos ventos, sentida tanto em intensos eimportantes núcleos universitários, como Paris, Frankfurt (e, no nosso caso, São Paulo), quanto emsuas respectivas “periferias”, a saber, São Paulo, Heidelberg (e Campinas). Alguns trabalhos de J.Habermas, G. Lebrun, P. Arantes, M. Theunissen, M. Lutz-Müller foram para tanto comentadose de certa maneira alinhavados no sentido de tecer um certo contexto de declinação ao contextohabermasiano de veto à pesquisa da Lógica de Hegel.
Publicado
2018-09-09
Como Citar
Nolasco, F. (2018). O caso antipático da dialética: um certo contexto de vetos e reinaugurações da Ciência da Lógica de Hegel. Modernos & Contemporâneos - International Journal of Philosophy [issn 2595-1211], 1(2). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/modernoscontemporaneos/article/view/3265