Descartes’ Correspondence between Philology and Philosophy

  • Erik-Jan Bos

Resumo

A correspondência de Descartes faz uma leitura essencial para qualquer pessoa interessadaem suas idéias sobre filosofia e ciência. O estudo das cartas de Descartes requer uma edição confiável,e a edição padrão existente de Adam e Tannery, agora com mais de cem anos, pode certamente sermelhorada. Na preparação de uma nova edição crítica das cartas de Descartes, editadas por TheoVerbeek, Roger Ariew e eu, voltei às fontes sempre que possível. Neste artigo, apresento váriosresultados interessantes da minha pesquisa, mostrando como o trabalho filológico pode mudar ainterpretação das cartas do filósofo. Os temas da investigação são as cartas a Stampioen (1633), aReneri (163 [4]) e, finalmente, a Clerselier (1649).
Publicado
2018-09-09
Como Citar
Bos, E.-J. (2018). Descartes’ Correspondence between Philology and Philosophy. Modernos & Contemporâneos - International Journal of Philosophy [issn 2595-1211], 1(2). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/modernoscontemporaneos/article/view/3257