Questão disputada sobre o mal – Q. 6

  • Carlos Arthur R. do Nascimento Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Intelecto, Vontade, Conhecimento, Liberdade, Necessidade

Resumo

Apresenta-se aqui uma tradução da questão 6ª das Questões disputadas sobre o mal de Tomás de Aquino. O assunto em discussão é se a escolha humana é livre ou está sujeita à necessidade. A resposta de Tomás distingue dois aspectos no movimento da vontade: o exercício do ato de escolher e o objeto do ato de escolher. Tomás procura então mostrar que, quanto ao exercício da escolha, a vontade nunca está sujeita à necessidade; quanto ao objeto da escolha, ela é movida por um bem adequado em particular. Assim ela se move necessariamente para a bem-aventurança, pois todos querem ser felizes. Face aos bens particulares, estes não determinam necessariamente a vontade, ela tem o poder de escolher entre eles, a não ser face a bens que independem da vontade, como ser, viver e entender.

Biografia do Autor

Carlos Arthur R. do Nascimento, Universidade Estadual de Campinas

Doutorado em Estudos Medievais - Université de Montréal (1976). Atualmente é professor titular aposentado da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Referências

NASCIMENTO, C. A. R. DO. Questão disputada sobre o mal – Q. 6. Revista de Estudos Filosóficos e Históricos da Antiguidade, ISSN: 2177- 5850, v. 26, n. 36, p. 7-41, 26 ago. 2021.

Publicado
2021-08-26
Como Citar
Nascimento, C. A. R. do. (2021). Questão disputada sobre o mal – Q. 6. Revista De Estudos Filosóficos E Históricos Da Antiguidade, 26(36), 7-41. https://doi.org/10.53000/cpa.v26i36.4517