VIDA, MORTE E TOTALIDADE DO TEMPO NA APOLOGIA DE SÓCRATES DE PLATÃO

  • José Wilson da Silva

Resumo

Resumo
É por de mais conhecida a passagem 38a da Apologia de Sócrates de Platão onde Sócrates declara que “uma vida não examinada não vale a pena ser vivida”. Ainda nesta passagem, Sócrates afirma que o maior bem para o homem é discutir todos os dias sobre a virtude – a vida deve ser examinada todos os dias na totalidade do tempo em que estivermos vivos. Para demostrar isto, Sócrates precisa comparar seu modo de vida com aqueles considerados úteis
à cidade. A medida que irá julgar qual dos dois modos é o melhor, segundo minha interpretação, é exatamente a relação de cada um deles com a morte.
Palavras-chave: Sócrates, Apologia, Morte, Tempo.

Abstract
In a highly well-known passage, 38a of Plato’s Apology of Socrates, Socrates states that “the unexamined life is not worth living”. Yet in this passage, Socrates claims that the greatest good for man is to discuss virtue every single day – the life must be examined every day in the totality of time we are alive. To demonstrate this, Socrates needs to compare his way of life with those considered useful to the city. The measure that will judge which of the two ways is better, according to my interpretation, is exactly the relation each way of life has with death.
Keywords: Socrates, Apology, Death, Time.

Publicado
2017-02-17
Como Citar
da Silva, J. W. (2017). VIDA, MORTE E TOTALIDADE DO TEMPO NA APOLOGIA DE SÓCRATES DE PLATÃO. Revista De Estudos Filosóficos E Históricos Da Antiguidade ___________________________ Issn: 2177- 5850, (30). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/cpa/article/view/2680