Michel Foucault: ficção, real e representação - A produção de sentidos sociais: desdobramentos teóricos contemporâneos

  • Juan Pablo Chiappara

Resumo

Este trabalho parte de alguns textos de Michel Foucault que tratam da questão das fronteiras entre o real e o ficcional, tendo por base uma reflexão motivada por leituras literárias e essencialmente pelo conceito de heterotopia. Foucault é um dos primeiros pensadores a ter uma visão interdisciplinar na prática e cujo pensamento atravessa várias áreas das ciências humanas ligando-as pela noção de discurso, conceito chave no seu pensamento. No nosso trabalho, são comentadas outras três propostas teóricas, comparando reflexões francesas e brasileiras, a partir de três conceitos trabalhados por três autores influenciados por Foucault: o conceito de paratopia (D. Maingueneau), o de mímesis (L. Costa Lima) e o de imaginário (Luis A. Brandão). O tema que vincula o conjunto é a questão da produção de sentidos sociais.

Publicado
2015-03-20
Como Citar
Chiappara, J. P. (2015). Michel Foucault: ficção, real e representação - A produção de sentidos sociais: desdobramentos teóricos contemporâneos. Revista Aulas, 1(3). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/aulas/article/view/1929
Seção
Artigos