Da vociferação dissimulada do sexo

  • José Euclimar Xavier de Menezes

Resumo

Sexo é mote de reflexões filosóficas, de ações pedagógicas, de medidas políticas, de ações jurídicas, de intervenções médicas, de inflexões religiosas, de aplicações terapêuticas etc. Quais são os seus atributos para que mobilize tantos saberes e poderes? Onde reside a sua força? Qual a justificativa para a algazarra dos seus silêncios? Como se dissimula nas excitações dos discursos científicos? De que modo a reflexão humanista o trata? Com qual escopo?

O presente estudo visa manejar tais questões na leitura do primeiro volume de História da sexualidade, de Foucault. A meta é conferir a consistência do tratamento dispensado ao sexo, através da hipótese repressiva, delatora de que a sua força se visibiliza na construção de nossos discursos, a exemplo daquele produzido pela psicanálise.

Publicado
2015-03-20
Como Citar
Menezes, J. E. X. de. (2015). Da vociferação dissimulada do sexo. Revista Aulas, 1(3). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/aulas/article/view/1928
Seção
Artigos