Foucault e as relações de poder: O cotidiano da sociedade disciplinar tomado como uma categoria histórica

  • José Cláudio Sooma Silva

Resumo

O texto discute aspectos do pensamento de Michel Foucault que, de algum modo, possam contribuir para uma melhor problematização do cotidiano como uma categoria histórica. Para tanto, a partir das reflexões do autor sobre a sociedade disciplinar aborda, em primeiro lugar, a importância desempenhada pela visibilidade como um dos principais dispositivos dentro das relações de poder e de saber. Em segundo, discorre acerca da multiplicação das circunstâncias de poder e do número de potenciais vigilantes. E, finalmente, em terceiro, se debruça sobre a concepção de que o poder caracteriza-se como relação e não como propriedade.

Publicado
2015-03-19
Como Citar
Silva, J. C. S. (2015). Foucault e as relações de poder: O cotidiano da sociedade disciplinar tomado como uma categoria histórica. Revista Aulas, 1(3). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/aulas/article/view/1927
Seção
Artigos