O anarquismo argentino frente ao sindicalismo revolucionário

  • Juan Suriano Universidad Nacional de General San Martin

Resumo

O anarquismo foi a tendência ideológica que dirigiu e organizou os trabalhadores argentinos no começo do século XX. Contudo, sua concepção anticlassista que outorgava um papel subordinado ao sindicato provocou debates internos e problemas concretos para manter a liderança do movimento operário, especialmente a partir do surgimento do sindicalismo revolucionário. Esta tendência, mais pragmática que o anarquismo no momento da negociação com o Estado e com os empresários, privilegiou o sindicato como principal ferramenta da luta dos trabalhadores e assumiu a liderança do movimento operário até final dos anos 1920.
Publicado
2012-05-10
Como Citar
Suriano, J. (2012). O anarquismo argentino frente ao sindicalismo revolucionário. Cadernos AEL, 17(29). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/ael/article/view/2599