Migrações, itinerários e esperanças de mobilidade social no recôncavo baiano após a Abolição

  • Walter Fraga Filho Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Resumo

Este artigo busca acompanhar histórias de vida de ex-escravos e descendentes que migraram da zona rural para diversas localidades do Recôncavo da Bahia nos anos seguintes à abolição. A idéia é ver em que medida as experiências da escravidão e as expectativas de liberdade influenciaram escolhas migratórias e formas de inserção dos ex-escravos no meio urbano. Refazendo a diversidade de caminhos percorridos, esperamos identificar, também, as variadas estratégias e arranjos que pessoas e famílias lançaram mão para sobreviver após o fim do cativeiro.
Publicado
2010-09-16
Como Citar
Fraga Filho, W. (2010). Migrações, itinerários e esperanças de mobilidade social no recôncavo baiano após a Abolição. Cadernos AEL, 14(26). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/ael/article/view/2560
Seção
Artigos