Da solidariedade à assistência: estratégias organizativas e mutualidade no movimento operário de Porto Alegre na primeira metade do século XX

  • Alexandre Fortes Fundação Perseu Abramo

Resumo

Uma parte inicial desse artigo está voltada para destacar a ausência de incompatibilidade intrínseca entre ação sindical e ação mutualista e de que modo a suposta oposição entre as duas foi construída. A despeito das polêmicas em torno do mutualismo no movimento operário da Primeira República, o autor demonstra a continuidade de práticas mutualistas mesmo no pós-1930.
Publicado
2010-10-08
Como Citar
Fortes, A. (2010). Da solidariedade à assistência: estratégias organizativas e mutualidade no movimento operário de Porto Alegre na primeira metade do século XX. Cadernos AEL, 6(10/11). Recuperado de https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/ael/article/view/2482
Seção
Artigos