O LA'GRIMA

O LA’GRIMA é um laboratório antropológico dedicado à experimentação conceitual e metodológica, cujo objetivo central é fomentar estudos e reflexões acerca das grafias e das imagens em pesquisa no campo antropológico, abarcando proposições teóricas e etnográficas. O Laboratório abriga pesquisadores interessados nas questões relativas ao desenvolvimento de habilidades de pesquisa e suas expressões gráficas – este último termo compreendido em sentido lato – e reúne, a partir deles, pesquisas em desenvolvimento, em contextos distintos, com materiais diversos (escritos, orais, imagéticos, iconográficos), combinados ou não, e sobre distintos objetos, condição para cumprir a formação, reflexão e experimentação "metodológica" tomada como meio e como modo de conhecimento.

 

A pretensão do LA'grima é estimular objetos de pesquisa que reúnam experiências com interfaces entre literatura, arte e ciência, como inspiração e matéria prima para experimentos etnográficos e contribuições para invenções teóricas na antropologia. É isto que confere ao LA'GRIMA uma singularidade e instaura ao mesmo tempo o seu desafio: um vínculo preciso em sua intenção e amplo em sua constituição. O LA’GRIMA tem ainda como objetivo investigar o estatuto de narrativas etnográficas, seja aquelas resultantes de pesquisa de campo, em arquivo, ou na internet – tratando, inclusive, destes distintos territórios de pesquisa –, de como obter e analisar e registrar as narrativas de vida (resultantes de pesquisa de campo, em documentos como diários, memórias, escritos biográficos, autobiográficos).

 

O Laboratório se propõe a abrir questões tais: como postular a partir das narrativas (etnográficas e biográficas) uma experiência visual, sensorial e gráfica? Como descobrir, diante do estatuto das imagens, um processo de trabalho relacionado às afinidades e contrastes na operação de montagem e desmontagem entre o mundo das palavras e aquele advindo da experiência das imagens e grafias possíveis? Como pensar, então, em organizar o mundo das imagens e das grafias como conhecimento?