A INTERROGAÇÃO FILOSÓFICA

Débora Firmiano dos Santos

Resumo


Tendo pressuposta a idéia de percepção, Merleau-Ponty nos expõe a necessidade de entender o questionamento filosófico como algo imanente à experiência, sendo papel da filosofia debruçar-se sobre as questões existentes sem tomar seu contexto por dado, mas, procurando a origem e o sentido de tais
interrogações e de suas possíveis respostas. Nosso autor critica a forma como a dúvida foi estabelecida dentro do pensamento filosófico: ora nos separando do Ser num pensamento de “sobrevôo” criando um “céu de essências puras”; ora nos lançando longe do Ser, afirmando ser impossível alcançá-lo.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.