ARISTOFÁNES E AS NUVENS: A SÁTIRA CÔMICA DA FIGURA SOCRÁTICA

Bárbara Catherine Soares Silva

Resumo


A comédia grega era, em sua época, a manifestação utilizada
para propagar críticas e sátiras às diversas esferas da vida social, fosse a política, a moral, a justiça, a educação e ate mesmo o próprio homem. Esse gênero poético combinava as funções de proferir conselhos à cidade e também fazer censuras as atividades dos cidadãos, o que conferia a comédia uma função didática e de instrução. Aristófanes, maior expoente da comédia grega, é o referencial mais confiável para a compreensão do que foi a comédia, pois das peças escritas por ele, onze foram conservadas e as mesmas oferecem um panorama histórico a respeito do cotidiano ateniense. Tomando por princípio o texto intitulado. As Nuvens e observando o que Aristófanes expressa em sua comédia, será feita uma análise dos elementos que constroem as críticas feitas contra os sofistas e contra Sócrates, considerado por Aristófanes também como sofista, e contra a nova situação
do sistema educacional que se instalava em Atenas.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.